A REVELAÇÃO

A revelação da devoção dos cinco primeiros sábados começou na segunda aparição de Nossa Senhora em Fátima, Portugal, aos três Pastorinhos. No dia 13 de junho de 1917, a Virgem Maria disse à pequena Lúcia: “Jesus quer estabelecer no mundo a devoção do meu Imaculado Coração”. Depois de ouvir estas palavras, as três crianças viram a Virgem Santíssima com um coração na mão, cercado de espinhos. Eles compreenderam que aquele era o Coração Imaculado de Maria, ultrajado pelos pecados da humanidade, que necessitava de reparação. Na aparição seguinte, no dia 13 de julho, a Mãe de Deus repetiu as mesmas palavras e disse que voltaria para pedir a devoção reparadora dos primeiros sábados.

Oito anos depois, no dia 10 de dezembro de 1925, em Pontevedra, na Espanha, foi revelado à Irmã Lúcia a devoção reparadora dos cinco primeiros sábados. Em dezembro de 1927, por ordem de seu confessor, a Irmã escreveu as palavras que lhe dirigiu a Santíssima Virgem, nas quais disse:

“Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vês de Me consolar, e dize que todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço, e Me fizerem quinze minutos de companhia, meditando nos mistérios do Rosário, com o fim de me desagravar, Eu prometo assisti-los, na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação de suas almas”.

As cinco ofensas a reparar nos cinco primeiros sábados

Em 1930, o Padre José Bernardo Gonçalves, então confessor da Irmã Lúcia, entre outras coisas perguntou a ela: “Porque hão de ser ‘5 sábados’ e não 9 ou 7 em honra das dores de Nossa Senhora?” Durante uma de suas costumeiras orações, na noite do dia 29 para 30 de Maio de 1930, Nosso Senhor revelou a Irmã Lúcia o seguinte:

Minha filha, o motivo é simples: são 5 as espécies de ofensas e blasfêmias contra o Imaculado Coração de Maria:

  1. As blasfêmias contra a Imaculada Conceição.
  2. Contra a Sua virgindade.
  3. Contra a Maternidade Divina, recusando, ao mesmo tempo, recebê-La como Mãe dos homens;
  4. Os que procuram publicamente infundir, nos corações das crianças, a indiferença, o desprezo, e até o ódio para com esta Imaculada Mãe;
  5. Os que A ultrajam diretamente nas suas sagradas Imagens.

Eis, minha filha, o motivo pelo qual o Imaculado Coração de Maria Me levou a pedir esta pequena reparação; e, em atenção a ela, mover a minha misericórdia ao perdão para com essas almas que tiveram a desgraça de A ofender.

CONDIÇÕES

O que é necessário cumprir a devoção e alcançar a graça prometida:

  1. Confessar-se, de preferência no sábado ou na oitava, com a intenção de desagravar o Imaculado Coração de Maria.
  2. A Comunhão reparadora
  3. A recitação do Terço
  4. Meditação durante 15 minutos sobre um ou todos os mistérios do Rosário.

Estes três últimos pontos devem ser cumpridos no próprio sábado.

 

Texto de meditação dos mistérios do Rosário - 12agosto2021